13 de julho de 2010

Festa, arte e uma dúvida à parte.

Não que seja a mais linda, a mais inteligente, ou a mais sensual, a mais engraçada. Mas foi de repente. Talvez seja a tela sem moldura. A arte crua, cheia de ornamentos, mesmo nua, que me move a observar, a também querer pintar. Confunde o esboço e a arte final. É barroca, cubista, impressionista... A beleza incomum, concorrência desleal. Nao só pintura; é poesia, é teatro, é escultura. Tanto suja quanto pura. Não é minha, não é sua. Não se doa, se empresta.
É riso, é choro, é drama e festa. E me faz querer festejar.
E comemoro sua vida, rimo, canto pra você escutar
mesmo sabendo que nunca haverá nos seus lábios uma só ode a esse sentimento. Sabendo que nunca estarei em seu pensamento, eu vivo, eu canto, eu tento falar do que sinto ao vê-la me olhar. E não minto. Não da pra ocultar ou entender o por que de para mim ser você. A voz que eu quero escutar, a boca que quero beijar... Para mim, você. E pra voce, quem será?

3 de julho de 2010

Filipe Cassiano

Só uma coletânea de sentimentos, palavras e pensamentos que eu nunca quero perder. A visível evolução da minha intimidade com as palavras, da minha intimidade comigo mesma, da minha intimidade com você.



Fevereiro de 2006

Gente... O Filipe é um cara muito especial (vai achando ¬¬) Ah mas é mesmo! Sou fã desse cara!...O Fil tem as qualidades que qualquer pessoa preza, né?! Cara, para e pensa: O Filipe só não é perfeito porque... ¬¬ ... que que falta? NADA! Na boa... Ele é tudo o que alguém pode querer ser... Ele é talentoso (pra muitas coisas xD), criativo, simpatico, divertido, alegre, inteligente, carismatico, bonito, lindo, maravilhoso (lol)... Ah, quer casar comigo? xD! Eu quero ter um filho que seja igual o Filipe! Ele é inteligente, cativante, tem papo.. é cabeça sabe?! É carismatico, adoro a companhia dele! E além de ser um amigo ótimo ele tem outros tantos predicados (...) xD Ele é uma das pessoas mais agradáveis que eu conheço de vera ;D Ah! repito, sou fã do filipe... E além de boa companhia, vai ser bonito assim la... xD
Hahah! Fil, quando eu tiver mais inspirada eu venho aqui e faço um depoimento melhor... Esse foi só pra nao passar em branco depois daquele depoimento perfeito q você fez pra mim. *: muáh

Março de 2007

Nunca foi um preconceito mas eu sempre precisei admirar uma pessoa pra gostar dela. E foi assim com o Filipe desde o início. Gostei muito dele de cara.
Cada parte que o Filipe me mostrava da pessoa que ele é, acabou sendo uma parte a mais pra eu admirar. Sempre foi assim e até hoje é. Sempre dá pra descobrir mais um predicado desse sujeito =D.
E tudo bate. Não há nada nele que destoe da pessoa que ele é. Tudo casa. Tudo se encaixa. Nada é demais ou de menos. Na medida certa ele consegue ser maravilhoso.
Um humor inteligente, ou não... Depende da vontade dele.
Um modo diferente de encarar as coisas, ou não... Depende do que está encarando.
Um sorriso rasgado, oferecido, constante.
E tantas outras qualidades que nem todos tiveram o privilégio de descobrir. :X
Filipe Cassiano... Indescritivelmente inigualável. =D
Nao é questão de entender como ele é, mas de sentir.
De longe, de perto, indo ou voltando. Ele sempre está lá. Sempre está aqui (L)
And nothing else matters!

Junho de 2007

Palavras e Silêncio, "uma cartinha (?) de amor"

Maio de 2008

"No one could ever know me, no one could ever see me
Seems you're the only one who knows what is like to be me" ♪
The Rembrandts - I'll be there for you

E a gente nem precisa se falar todo dia pra se entender e saber o que o outro sente.

Subjetivo (Y). Imprevisível. Agradável. Interessante. Forte. Inteligentíssimo. Versátil. Surpreendente. Divertido

E tantas outras coisas que você ainda poderá ser. Porque, na maioria das vezes, o que importa não é quem você é, mas quem você pretende ser e o que você vai fazer pra conseguir ser essa pessoa.

Eu confio em você e no seu "about to be".

Abril de 2009

Acabei de me lembrar de uma vez em que conversamos durante horas sobre sua dupla personalidade. Eu só não sabia nomeá-las... E nem você.
Um mais fechado, outro mais disponível, o que quer viver o que é pra ser vivido... O "um" é muito maduro, cheio de experiência. O outro, cheio de teorias e disposição pra prová-las. O um que hesita e o outro que diz que quer agir sem pensar tanto. O um em tons de cinza e o outro, colorido. O outro do sorriso que fala, e o um do olhar que grita tentando calar. Aquele do "sorriso rasgado, oferecido, constante" e o que t(r)eme quando é hora de chorar.
Hoje sabemos quem são os dois e os nomes deles. Sabemos até diferenciar a obra de cada um deles. Eu descobri que um dos maiores privilégios da minha vida foi poder assistir a co-existência deles. Quando eles dão as mãos e agem juntos, ou analisam juntos, ou desistem juntos. Você é ótimo quando vive consigo, quando pensa consigo. Quando escolhe por si. Mas se o um e o outro não forem suficientes, você sempre terá a mim ;)

Janeiro de 2010


"Se tudo o mais perecesse e enquanto ele perdurasse, eu ainda continuaria a existir; e se tudo o mais restasse e ele fosse aniquilado , o universo se tornaria muito mais estranho."
Emily Brontè, o morro dos ventos uivantes.

O sol que aquece as manhãs mais frias, que leva embora as madrugadas mais escuras. Quando você está não há trevas... Só a luz que emana de você.

Abril de 2010

Minhas palavras, sua voz. Sua voz é o som do meu pensamento. Sua voz é meu eco; é meu grito e meu silêncio. No seu peito, o meu coração, o seu sentimento. Nos meus braços, seus braços, nosso abraço. Suas pernas, meus passos. Nosso caminho. Na sua noite, meus sonhos, os nossos no meu sono. Na minha frente, seu futuro e o meu, que mesmo à parte, são um só.
Na sua boca, meu sorriso, sua felicidade e nossas gargalhadas em uma boca torta. E nos meus olhos tortos, suas lágrimas. As que você não chora. E sempre pra depois o nosso agora. Mas nunca amanhã nosso pra sempre. Esse é sempre eterno. E terno.
O tempo não nos transfigura porque nós construímos nosso tempo. É definitivo, mas não ainda. Nâo é agora e nem depois. É sempre e sempre foi.
Um menino-homem com uma moeda no pescoço e seu reflexo numa praça. Naquele tempo não precisava espelho, e você se via sem se reconhecer. E eu te via sem me reconhecer. E hoje sei que eu sou muito mais quando sou você.

te amo, reflexo
*aproveitei pra corrigir o erro de digitação ^^

Junho de 2010

sua vida é especial pra mim, eu amo o dia em que você nasceu. Amo seu primeiro choro, seu primeiro riso, seu primeiro dente. Amo sua vida, suas escolhas. Amo seu mundo... O que lhe foi imposto e o que você construiu a partir do primeiro. Amo o dia 29 de junho de 1988. E todos os dias seguintes a esse, porque de alguma maneira, você precisou deles para que, no carnaval de 2005, entrasse na MINHA vida. Pela porta dos fundos, mas entrou. E eu vou amar cada dia da minha vida muito mais quando você estiver presente nela. Hoje você é nada menos que meu sol, ou meu ar. Sei que "se tudo o mais perecesse e enquanto ele perdurasse, eu ainda continuaria a existir; e se tudo o mais restasse e ele fosse aniquilado, o universo se tornaria muito mais estranho" Uma vez que você foi criado, não há como mudar o efeito que você causa na minha vida. Agradeço, por tudo o que você é e representa. Você me afeta, me modifica.
Eu amo você, sua vida, suas escolhas e seu mundo. Pra sempre. Feliz aniversário!

1 de julho de 2010

Ao mais que mestre, com mais que carinho

O cara mais inteligente que eu conheço

Me perguntaram quem é o cara mais inteligente que eu conheço. Eu pensei em vários nomes, ex-professores, colegas, amigos... Mas não percebi a obviedade da resposta. Era só eu andar até a sala da minha casa e ele estaria ali.
Não em um quadro, um porta-retratos.
Não, não precisava nem andar até a sala da minha casa. Era só eu me tocar, me olhar no espelho. Ele estaria ali também.
Não em uma tatuagem ou uma cicatriz.
Nem havia necessidade de me mover. Só pensar. Em tudo o que eu faço, ele também está.
É o homem que me influencia desde o amanhecer até o fim do dia, da noite, da vida.
O primeiro livro que eu li foi ele que me deu. E quando dar não foi o bastante, ele me incentivou. Quando o incentivo não foi o bastante ele me obrigou.
O time que eu torço, ele me contagiou.
Ele está em mim, na parte lisa do meu cabelo, no olho caído de pálpebras gordinhas... Nas minhas paixões. Sidney Sheldon (ele me deu o livro e disse: Você ainda não tem idade pra ler. Eu li 3 vezes seguidas. Amei), na música country norte-americana, na música erudita, na Agatha Christie, no Vasco da Gama, na paixão pela História, pela Física. Nos filmes que assisto, nos livros que gosto de ler. No amor, na tara, na necessidade de aprender.
E o que ele sabe, o que ele tem, ele me dá.
E o que ele sabe? Um pouco de tudo, um pouco de nada. Muito sobre algumas coisas.
Ele sabe das engrenagens, das fórmulas, do esqueleto, da base das construções. Ele sabe o por que, o como, o quando. E quando não sabe, descobre.
E quando descobre, o mais bonito: Ele ensina.
E não é só o cara mais inteligente que eu conheço. Ele tem o maior coração, também.
Ele é honesto, é puro, inocente, quase infantil de tão "do bem".
Inteligente, Intelectual, Crânio, Nerd?
Não, ele simplesmente é mais.
Ele é mais que amigo, mais que professor, mais que mestre.
Esse cara é meu Pai.




Essa carta, é claro, eu mandei!

O último dos Moicanos




Porque a imagem vale mais que mil palavras. Ou não.
Depende da imagem e das palavras em questão.